terça-feira, 8 de junho de 2010

Doçura

.

Eu apanho da vida. Mas eu gosto de apanhar.
Um portal que se abriu
Canalizando a raiva em singela doçura.
Cada mordida, cada tapa no rosto,
Cada arranhão, chicotadas...
Tudo tão doce!
Até o gozo se tornou mais suave.

Amar é esplendido.

O sarcasmo diante da vida é crucial.

sábado, 5 de junho de 2010

Lose control

FODA-SE! EU QUERO QUE A SOCIEDADE SE FODA!
Ah, se eu falasse tudo o que penso, como seria maravilhoso! Como eu evitaria toda essa dor, todo esse ódio reprimido por pelo menos 5 anos!
Como eu estaria sozinha, sozinha, sozinha e FELIZ! Sem esse peso maldito do mundo sobre meus ombros! Sem essas pessoas medíocres, sem esses seres passivos, ordinários, mesquinhos, otários, trouxas!
E eu, por que sou tão trouxa? Eu pago pra ser trouxa! EU sou a maior otária da face da Terra!
Ficando sempre calada, sempre quieta, engolindo os sapos, o meu orgulho, sem um pingo de vergonha na cara, sem um vestígio de fibra nesse corpo obeso!
Ah, mas eu não relei ainda nem um dedo em você! Em nenhum de vocês! Com essa moral baixa, fico me encolhendo quando deveria mesmo gritar e mandar todos vocês irem comer merda!
Dizer que eu não acredito em você!
Ou que vocês não merecem nem um pingo da minha alegria, quando essa existe, porque sempre lutaram arduamente para que tudo desse errado na minha vida! E agora eu fico quieta enquanto passo fome? Não! Eu cobro na lata o que é meu por direito!
Vão todos, absolutamente todos às favas! Seus filhos da puta sádicos!
Eu não preciso dar satisfação daquilo que faço, porque faço, como faço, se faço, se não faço, porque sou ou deixo de ser! Eu não preciso me justificar pra ninguém, essa porra de cabeça acima do meu pescoço é meu guia! Essa porra defasada, todo esse cinismo me pertence e eu enfio no meu cu se eu quiser e sumo no mundo sem deixar nem bilhete de despedida!
Vão discutir política numa sala de aula e me deixem em paz! E vocês, cristãos de merda, peguem esse deus inútil e soquem no meio do rabo! Papai Noel é mais eficiente, ele ao menos dá uma justificativa quando não aparece! Suas mulas sem vontade própria!
Vão converter o capeta, porra!


FODAM-SE, MORRAM, SUMAM DA MINHA FRENTE, SUMAM DO PLANETA, SE EXPLODAM POR INTEIRO, VOCÊS TODOS, SEIS BILHÕES E MEIO, VALEM MENOS DO QUE UM MICRÓBIO À BEIRA DA MORTE!

I'm a negative creep...

A raiva. Raiva de tudo, de todos, raiva, raiva, raiva! Está me possuindo. E eu deixo.
Não adianta lutar contra essas coisas!